Categoria

Morando feliz, com seu cachorro, em um apartamento

Morando feliz, com seu cachorro, em um apartamento
Com a tendência da verticalização cada vez mais em alta, ter cães em apartamentos tornou-se muito comum. Inclusive, vivendo em espaços cada vez menores, com cães de médio e grande porte. 

Mas para que o convívio diário em apartamentos pequenos não se torne uma dor de cabeça para os donos e um desespero para os nossos melhores amigos, é importante seguir algumas recomendações, que certamente impactarão diretamente na qualidade de vida de toda a familia. 

PASSEIOS
Cachorros têm a necessidade de explorar seus instintos - como farejar, por exemplo. Ou seja, ele precisa passear, sair de casa, gastar energia e fazer atividade física. O ideal é sair com seu cachorro pelo menos duas vezes ao dia, para PASSEAR. A saidinha para as necessidades fisiológicas não conta! É importante desfrutar esse momento juntos e, de preferência, sem celular. Não tem tempo ou não pode? Contrate um passeador de cães!

INTERAÇÃO
Sim, os cães precisam brincar e precisam de atenção. Mesmo com uma rotina acelerada, procure reservar 30 minutos por dia para brincar com seu pet. Caso isso não seja possível, procure por outras alternativas, como as creches para cães ou pet sitters. 

AMBIENTE
Que tal deixar o seu cão explorar o ambiente em que vive através de brinquedos e recompensas? Você pode esconder alimentos e utilizar objetos que o incentivem a “pensar” para encontrar uma recompensa. Assim ele fica ocupado com o que realmente interessa, alivia a ansiedade e o ócio e você evita que ele procure outros objetos (seus ou da casa) para gastar energia onde não deve. 

EDUCAÇÃO
Educar o cachorro e adaptá-lo à sua rotina é fundamental. Ensine-o a fazer as necessidades fora do apartamento, durante o passeio, onde ele pode circular, dentro de casa, quais objetos pode pegar e em quais horários ele deve comer ou passear. A rotina e as normas são fundamentais para a boa convivência. 

SEGURANÇA
Os acidentes podem sim acontecer. Seu animal de estimação pode subir em um banco para tentar pegar um pássaro ou um brinquedo e cair. Por isso, as telas de proteção não são exagero. São precaução!

EM PAZ COM O CONDOMÍNIMO
Nunca esqueça de seguir as regras do condomínio para evitar multas e desentendimentos com os vizinhos. Seu cachorro late demais? Procure o auxilio de um educador canino. Recolher sempre as fezes, não deixar seu pet solto no elevador ou nas áreas comuns e manter os ambientes limpos são os requisitos mínimos de bom senso.